quarta-feira, 14 de março de 2018

Filhos de pais com diabetes tipo 1 têm mais chances de desenvolverem déficit de atenção ou hiperatividade...

As crianças cujos pais têm diabetes tipo 1 (DT1) têm maior risco de serem diagnosticadas com transtorno de déficit de atenção ou hiperatividade (TDAH), de acordo com um estudo publicado na revista Diabetes Care.
Para identificar indivíduos com DT1 e seus descendentes, pesquisadores suecos usaram o Swedish National Hospital Discharge Register e o Swedish Outpatient Register, que estavam ligados ao Registro Sueco de Multi-Gerações.
Os pesquisadores identificaram 15.615 indivíduos nascidos depois que seus pais foram diagnosticados com DT1. Os descendentes de pacientes com DT1 tiveram um risco significativamente aumentado de TDAH (hazard ratio [HR], 1,29), ao controlar as variáveis ​​de confusão. Embora não seja estatisticamente significativo, o DT1 materno foi associado a um risco aumentado de TDAH (HR, 1,35) versus DT1 paterno (HR, 1,20).
Assim, neste estudo de coorte retrospectivo, descobriu-se que um histórico parental de DT1 estava associado a um risco aumentado de 29% de ser diagnosticado com TDAH, porém os mecanismos subjacentes precisam ainda vir a ser futuramente explorados.
Até mais.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...