segunda-feira, 3 de março de 2014

Micropênis...

An external file that holds a picture, illustration, etc.
Object name is JCRPE-5-217-g5.jpg
Micropenis in a newborn (from the archives of the Department of Pediatric Endocrinology, Erciyes University, Faculty of Medicine)

Micropênis é uma patologia médica baseada na medição correta do pênis. O comprimento do p~enis esticado apresenta valores menores do que -2,5 desvios-padrão da média de um menino com genitais internos e externos normais.
Pode ocorrer como anormalidade independente ou associado a síndromes genéticas. Nos Estados Unidos ocorre uma incidência de 1,5 em cada 10.000 crianças do sexo masculino.
Figura 2
Técnica correta para medir o comprimento do pênis (a partir dos arquivos do Departamento de Endocrinologia Pediátrica da Universidade Erciyes, da Faculdade de Medicina)

A técnica consiste em esticar o pênis no máximo que conseguir e afundar ao máximo a gordura supra-púbica. O Valor obtido para o comprimento é comparado com os valores normais para a idade.

An external file that holds a picture, illustration, etc.
Object name is JCRPE-5-217-g1.jpg
A média e o desvio-padrão calculado -2,5 valores (SD) para o comprimento do pênis esticado (cm) 

Tabela 2
Comprimento nos adolescentes.

Tabela 3
Comprimento peniano em crianças pré-púberes turcas.

Tabela 4
Causas do Micropênis.

Diagnóstico:
Dosar LH, FSH, testosterona total, DHT e precursores da testosterona. O teste do hCG é útil também. Administra-se hCG intramuscular 1000UI por 3 dias, níveis de testosterona abaixo de 300ng/dL pode indicar disgenesia gonadal. 
Se LH e FSH aumentados, sem aumento de testosterona após a administração, deve ser considerado insuficiência ou ausência testicular.
Dosagens de Inibina B e AMH podem ser utilizados para detectar a resença de tecido funcional testicular. Se diminuição nos níveis de AMH acompanhados de níveis normais de inibina B, há um defeito raro no gene do AMH e indicam: síndrome do ducto de Muller persistente.
Tratamento:
Pode-se administrar Testosterona (enantato ou cipionato) na dose de 25mg a cada 3 semanas por 3 meses.  Uma boa rsposta, seria o crescimento em 100% do pênis em comparação ao tamanho inicial. Outros autores, consideram um crescimento de 3,5cm. Se o crescimento for insatisfatório, pode-se fazer um novo ciclo. Aplicação tópica de testosterona creme 5% durante 30 dias, mostrou-se eficaz.
Para pacientes pré-púberes, com insensibilidade androgênica, o DHT em gel a 2,5%, usado na região periescrotal 3x ao dia durante um total de 5 semanas.
O uso de aplicações de LH-FSH recombinante humano nos primeiros anos de vida promovem um crescimento testicular e do comprimento do pênis em pacientes com Hipogonadismo hipogonadotrópico, embora o efeito não seja muito significativo.
Se o comprimento não chegar a um nível desejado com o tratamento hormonal, o tratamento cirúrgico está indicado.
Até mais.
Fonte: . J Clin Res Pediatr Endocrinol dezembro 2013; (4) : 217-223.
. Publicado on-line 12 de dezembro de 2013 doi:  10.4274/Jcrpe.1135



LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...