segunda-feira, 2 de março de 2015

Avaliação ultrassonográfica da gordura visceral e subcutânea em crianças obesas...

Estudo:

Objetivo: Avaliar as medidas ultrassonográficas da gordura visceral e subcutânea em crianças e testar se a gordura pré-peritoneal (GPP) e o índice de gordura da parede abdominal (IGPA) são parâmetros úteis para determinar a gordura visceral e a presença de doença hepática gordurosa não alcoólica (DHGNA) em crianças obesas.
Materiais e Métodos: Estudo tipo caso-controle, com uma amostra de 44 crianças, sendo 22 casos e 22 controles, pareados conforme sexo e idade. Os resultados foram analisados de forma descritiva e bivariada, com teste t de Student e teste exato de Fischer.
Resultados: Os parâmetros ultrassonográficos avaliados - tecido celular subcutâneo, GPP e gorduras intraperitoneais, e DHGNA - obtiveram elevada associação estatística com o índice de massa corpórea. A DHGNA foi observada em oito pacientes obesos (36,36%), sendo que a GPP e o IGPA foram as variáveis com maior significância estatística, com valor de p < 0,0001.
Conclusão: A ultrassonografia permite diferenciar e quantificar a gordura visceral e subcutânea nas crianças. As medidas da GPP e do IGPA são úteis para a avaliação da gordura visceral e DHGNA em crianças obesas.

Palavras-chave: Ultrassonografia; Criança; Obesidade; Fígado gorduroso; Gordura intra-abdominal.

Até mais.

Fonte:
Autores: SAKUNO, Telma; et al.Uma resenha de Avaliação ultrassonográfica da gordura visceral e subcutânea em crianças obesas - Radiologia Brasileira; [online]. 2014, vol.47, n.3, pp. 149-153 

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...