sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Cansaço constante pode ser sinal de problema de saúde...


Você se sente cansado mesmo após uma boa noite de sono? Não se sente relaxado nem depois de voltar do final de semana? Tem vontade de voltar para a cama logo depois de acordar? O cansaço é uma resposta natural do organismo à correria e ao estresse do dia a dia. Mas quando ele se torna excessivo e constante, é melhor investigar: ele pode ser sinal de que algo não está muito bem com a sua saúde.
O excesso de tarefas e preocupações do dia a dia, a agenda lotada e corrida e a competitividade do mundo moderno deixam qualquer um cansado. No entanto, essa fadiga tende a ser pontual: ou seja, ela melhora após um bom período de descanso. Quando isso não acontece e a sensação de cansaço permanece por um longo tempo e se torna tão intensa que não há ânimo para fazer as tarefas mais simples, é importante buscar ajuda médica para avaliar adequadamente suas causas.
"O cansaço constante pode ser sintoma de várias doenças. As mais comuns são distúrbios de sono, estresse, depressão, hipotireoidismo, anemia, carência de determinadas vitaminas, doenças cardiovasculares e pulmonares, infecções e até tumores", aponta o neurologista Renato Anghinah, coordenador do Núcleo de Neurologia do Hospital Samaritano de São Paulo. "Por isso é importante procurar auxílio médico para encontrar as causas do problema e seguir com um tratamento adequado", diz.

Sinal de alerta

A fadiga é um dos primeiros sinais de que algo não vai bem com o coração. Quando o coração está dilatado ou fraco, ele não bombeia o sangue com eficiência, causando a sensação de cansaço. Esse é o caso de doenças como angina, insuficiência cardíaca e arritmia.
O cansaço constante também é um dos sintomas de doenças pulmonares. Nas doenças pulmonares crônicas, como asma, hipertensão arterial pulmonar (HAP) e doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), há problemas na troca de oxigênio no corpo. Com pouco oxigênio, a pessoa acaba se sentindo cansada mesmo após pequenos esforços.
O diabetes também pode causar a sensação de cansaço. Isso porque a doença, quando não está controlada, causa desequilíbrio no metabolismo, afetando a nutrição adequada e o controle de líquidos do corpo.
Se você já acorda cansado, pode ser que o problema esteja na hora de dormir. Distúrbios do sono, como apneia, síndrome das pernas inquietas ou insônia, prejudicam a qualidade do sono e o descanso apropriado. E as noites mal dormidas se refletem na sensação de cansaço durante o dia.

Má alimentação

Os alimentos são o combustível do corpo. Uma dieta rica em gordura e açúcar e pobre em vitamina e nutrientes não nutre o corpo adequadamente, não fornecendo energia suficiente para as atividades do dia a dia. Daí a sensação de fadiga.
A deficiência de vitaminas e a anemia ferropriva (deficiência de ferro no organismo) são umas das causas mais comuns da fadiga. Além disso, alguma dietas muito restritivas podem ter déficit de albumina, o que tira a força do organismo e, consequentemente, causa a sensação de cansaço.

Fadiga crônica

Sentir-se cansado constantemente também pode ser sinal da chamada síndrome da fadiga crônica. "É uma coleção de sintomas que se manifesta principalmente por meio de uma queixa persistente em torno do cansaço, da falta de força, mesmo para as atividades triviais do cotidiano", explica o psicanalista Christian Ingo Lenz Dunker, professor do Instituto de Psicologia da USP.
A síndrome é ainda pouco conhecida. Embora seja classificada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como uma doença do sistema nervoso, pouco se sabe sobre suas causas. Ela geralmente aparece depois de alguma doença infecciosa, como gripe, resfriado ou sinusite. Porém, mesmo após a cura desses males, o cansaço e a indisposição persistem -- às vezes por mais de seis meses.

Cansaço mental

No mundo moderno, em que uma grande parcela da população trabalha em frente a um computador, e em que cada vez mais se exige pensamento rápido, criatividade e empreendedorismo, é muito fácil deixar o cérebro "cansado". E exigir que o cérebro trabalhe com energia total por períodos muito longos pode causar o esgotamento mental, causando a sensação de cansaço.
"Podemos dizer que o excesso de demanda da química necessária para manter o corpo e a mente ativados se 'esgotam' em algum momento", afirma Sergio Klepacz, psiquiatra do Hospital Samaritano de São Paulo. Essa química é composta por hormônios e neurotransmissores como cortisol e  noradrenalina. E essas substâncias sofrem uma queda durante períodos de estafa, causando falta de atenção, dificuldade de memória, perda de concentração, desânimo e, é claro, cansaço -- excessivo e constante.

Buscando ajuda

Se o problema persistir ou se agravar, é fundamental procurar auxílio médico para seguir com um tratamento adequado. "É fundamental o auxílio de um médico para o correto diagnóstico da causa. Só conhecendo a causa é possível tratar o problema", alerta Anghinah. 
Até mais.
Fonte: Uol

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...