sexta-feira, 26 de julho de 2013

FDA permite comercialização do primeiro teste de ondas cerebrais para ajudar a avaliar crianças e adolescentes com Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH)...

O Food and Drug Administration (FDA) permitiu a comercialização nos EUA do primeiro dispositivo médico com base na função cerebral para ajudar a avaliar o transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (TDAH) em crianças e adolescentes com idades entre 6 e 17 anos. Quando usado como parte de um exame médico e psicológico completo, o dispositivo pode ajudar a confirmar o diagnóstico de TDAH ou a decisão clínica de que testes diagnósticos futuros devem se concentrar no TDAH ou em outras condições médicas ou comportamentais que produzam sintomas semelhantes aos do TDAH.
O dispositivo, conhecido como Neuropsychiatric EEG-Based Assessment Aid (NEBA) System, é baseado no eletroencefalograma (EEG), tecnologia que registra diferentes tipos de impulsos elétricos (ondas) emitidos pelos neurônios (células nervosas) no cérebro e o número de vezes (frequência) que os impulsos aparecem a cada segundo.
O NEBA System é um teste não-invasivo que dura de 15 a 20 minutos e calcula o índice entre duas frequências de ondas cerebrais normais, conhecidas como ondas teta e beta. Estudos têm demonstrado que o índice teta/beta parece ser mais elevado em crianças e adolescentes com TDAH que em crianças que não têm a doença.
"O diagnóstico de TDAH é um processo que segue várias etapas com base em um exame médico e psiquiátrico completo", disse Christy Foreman, diretora do Office of Device Evaluation do FDA’s Center for Devices and Radiological Health. "O NEBA System, junto com outras informações clínicas, pode ajudar os médicos a determinar com mais precisão se o TDAH é a causa de um problema comportamental", completa.
O TDAH é um dos transtornos neurocomportamentais mais comuns na infância. Segundo a American Psychiatric Association, 9% dos adolescentes dos EUA têm TDAH e a idade média do diagnóstico é de 7 anos de idade. Crianças com TDAH têm dificuldade de focar a atenção, apresentam hiperatividade, impulsividade e outros problemas comportamentais. Este transtorno ocorre em 3 a 5% das crianças em várias das regiões do mundo em que já foi pesquisado. Em mais da metade dos casos o transtorno acompanha o indivíduo na vida adulta, embora os sintomas de inquietude sejam mais brandos.

Até mais.



NEWS.MED.BR, 2013. FDA permite comercialização do primeiro teste de ondas cerebrais para ajudar a avaliar crianças e adolescentes com Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH). Disponível em: . Acesso em: 26 jul. 2013.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...