sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Programa da Prefeitura prevê entrega de medicamentos em casa...

Os moradores de Santos que realizam tratamento contra diabetes e hipertensão na rede básica de saúde vão passar a receber os medicamentos de uso contínuo em casa.

A Prefeitura anunciou nesta quinta-feira o início do programa Remédio em Casa, que prevê a entrega dos remédios em domicílio para pessoas com idade igual ou superior a 60 anos e inscritas nas Unidades Básicas de Saúde (UBS).

A ideia do projeto é aumentar o acesso aos medicamentos e a adesão ao tratamento, além de otimizar o controle clínico. Segundo a Prefeitura, o programa ajudará a reduzir a morbimortalidade cardiovascular e cerebrovascular.

Em Santos, segundo a Secretaria de Saúde, 32 mil pacientes sofrem de hipertensão, sendo que 10.200 fazem uso de medicamentos via oral e 1.200 estão cadastrados na Seção de Atendimento Domiciliar.

Segundo a secretária de Sáude, Lygia Lyra Perreira, o programa garantirá a adesão dos pacientes por estar integrado às unidades de atendimento. “A integração acontece graças à informatização nas unidades básicas”.

A secretária explica ainda que o ingresso ao programa depende do paciente passar por uma avaliação clínica, na qual o médico faz a prescrição via sistema informatizado.

A recepção da Unidade Básica efetiva a participação do paciente por meio de termo de adesão, confirmando o cadastro no Programa Hiperdia, e agenda nova consulta.

O paciente receberá na farmácia, após a consulta, a quantidade suficiente de remédio para tratamento de 30 dias. O restante será entregue em domicílio por um motoboy, em uma quantidade suficiente para o período de 90 dias (prazo máximo de validade de uma receita médica).

Para a nova remessa de medicamentos será necessário um retorno do paciente à consulta médica.

Para o prefeito João Paulo Tavares Papa, o programa representa um avanço no atendimento da rede básica de saúde.

Até mais.

Fonte: A Tribuna.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...