terça-feira, 8 de novembro de 2011

Irmã Dulce amplia leitos de UTI Neonatal e Pediátrica...

O Hospital Irmã Dulce, em Praia Grande, passará a contar, a partir desta terça-feira, com mais 10 leitos de UTI Neonatal e Pediátrica. Com o aumento de unidades, a Cidade passa a ter um total de 20 leitos para as duas especialidades.

As internações em leitos de alta complexidade são resultados de uma parceria entre o Município e o Estado e visa atender toda a Baixada Santista.

“Temos participado de reuniões em que secretários de saúde reclamam da carência de vagas de UTI, principalmente a Neonatal e Pediátrica. Crianças acabam morrendo nos nos municípios por falta dessas vagas. Com a entrega desses leitos, esperamos reduzir significativamente a mortalidade de recém-nascidos em toda a Baixada Santista”, afirmou o prefeito Roberto Francisco.

De acordo com o secretário de saúde Pública, Adriano Springmann Bechara, o Irmã Dulce passa contar com leitos regionalizados para alta complexidade. “Ao ampliar o acesso à saúde para moradores de outras cidades, damos um passo muito importante na regionalização do hospital”, frisou. Para ele, apesar da unidade estar instalada em Praia Grande, o compromisso deve ser com toda a Baixada Santista. “Devemos ter uma mentalidade metropolitana e, acima de tudo, visando salvar vidas, sejam os pacientes daqui ou de qualquer lugar”.

Do total de leitos atuais do Irmã Dulce, 148 são custeados pelo município e 50 pelo Estado. A internação municipal se divide em 42 leitos para Clínica Médica; 29 para Clínica Cirúrgica; 26 para Maternidade; 19 para Pediatria; 12 para Clínica Cirúrgica Eletiva; 10 para Psiquiatria; 10 para UTI Neonatal. O atendimento conta ainda com cinco salas de Centro Cirúrgico.

Além dos 10 novos leitos de UTI Pediátrica, são mantidos pelo governo estadual 30 unidades de Clínica Cirúrgica e 10 de UTI adulto. Estão sendo finalizadas as entregas de outras unidades para leitos de alta complexidade com recursos estaduais, sendo 10 para Ortopedia; 10 para Cirurgia Geral; 10 Clínica Médica; 10 para Patologias Obstétricas.

Até mais.

Fonte: Atribuna.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...