sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Médicos devem falar diretamente com os pais sobre a necessidade de colocar limites no tempo de assistir TV das crianças...

Um estudo realizado na University of Bristol analisou se os estilos ou práticas dos pais foram associados aos hábitos de ver televisão (TV) das crianças. 431 díades mãe-filho (10 a 11 anos de idade) de Bristol, Reino Unido, foram incluídas.

Os hábitos de ver TV dos pais e das crianças foram auto-relatados e classificados como <2, 2-4, ou> 4 horas / dia. Crianças relataram o estilo materno (autoritário ou permissivo). A maior proporção de crianças com mães permissivas assistiam > 4 horas de TV por dia, em comparação com as crianças de mães autoritárias (P = 0,033).

A maior proporção de crianças para as quais ambos os pais demonstraram alta restrição assistiam <2 horas de TV por dia (P <0,001). O risco de assistir de 2 a 4 horas (VS <2 horas) de TV por dia foi 2,2 vezes maior para crianças de famílias de baixa restrição (P = 0,010). O risco de assistir > 4 horas (VS <2 horas) de TV por dia foi 3,3 vezes maior para crianças de famílias de baixa restrição (P = 0,013). O risco de assistir > 4 horas de TV por dia foi de 5,2 vezes maior para crianças com mães permissivas (versus autoritárias) (P = 0,010).

Segundo os autores, os clínicos devem falar diretamente com os pais sobre a necessidade de colocar limites no tempo de assistir TV das crianças e incentivar ambos os pais a reforçar as mensagens restrição. O estudo foi publicado na revista Pediatrics em setembro de 2011.

Até mais.

Fonte: Pediatrics, Volume 128, Number 3, 2011, Pages 572-578.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...