sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Ultrasom pélvico é útil na monitorização da puberdade precoce nas meninas...

Esse estudo foi realizado para verificar a correlação da ultrassonografia pélvica transabdominal na monitorização do tratamento da puberdade precoce das meninas.
Observou-se que o LH, FSH e o Estradiol não são bons parâmetros para indicar uma boa supressão hormonal no controle do tratamento da puberdade precoce.
A ultrassonografia pélvica transabdominal apresenta bons parâmetros dentre eles o desaparecimento do eco endometrial em 100% das meninas acompanhadas neste estudo após 6 meses de tratamento e isso seria um bom indicador de sucesso no tratamento, o outro seria em relação a estabilidade no comprimento uterino.
O tamanho ovariano pode aumentas pois cresce em decorrência da estimulação residual do FSH. Portanto, os autores concluíram que os parâmetros uterinos e a ausência de eco endometrial na ultrassonografia pélvica abdominal após 6 meses de tratamento são bons indicadores de um correto objetivo terapêutico, sendo melhor do que o parãmetro ovariano.

Até mais.

Fonte: Liat de Vries et cols. Pelvic ultrasound examination in girls with precocius puberty is a useful adjunt in gonadotrophin-releasin hormone analogue therapy monitoring. Clinical endocrinology Sept (2011) 75, 372-377.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...