quarta-feira, 29 de junho de 2011

Obesidade Infantil em SANTOS...



Obesidade infantil: só esporte não basta

Estudo revela que 42,6% das crianças de 5 a 17 anos que praticam atividades físicas com frequência em Santos têm excesso de peso.


Quatro de cada 10 crianças frequentadoras do Complexo Esportivo e Recreativo Rebouças têm excesso de peso, apesar de praticarem esportes como natação, futebol de salão, ginástica rítmica e vôlei pelo menos duas vezes por semana. Dos 350 meninos e meninas de 5 a 17 anos avaliados pelas equipes da Secretaria Municipal de Esportes (Semes) em 2010, 22,9% foram classificados como portadores de obesidade. Outros 19,7% têm o chamado sobrepeso. A constatação expõe um veredicto cruel: os péssimos hábitos alimentares das crianças de hoje serão os culpados pela saúde precária dos adultos de amanhã.

Para chegar a esse diagnóstico preocupante, os pesquisadores fizeram testes com base no Índice de Massa Corporal (IMC), um indicativo que utiliza o peso e a altura em um cálculocujoresultadoécomparado a uma tabela que varia de acordocomaidade. O chefe da Seção de Avaliação Física da Semes, Cauê Vazquez La Scala Teixeira, explica que, em 2009, 42,7% das crianças esportistas avaliadas já apresentavam excesso de peso. "Os dados não variaram de um ano para outro e servem como um importante alerta. Apesar de serem ativas fisicamente, as crianças estão acima do peso, o que indica que os pais estão descuidando da alimentação".

O levantamento foi exposto no 15º Congresso Paulista de Educação Física, realizado na última quinta-feira, em Jundiaí. Quando comparados com o último levantamento da Pesquisa de Orçamento Familiar (POF), divulgada pelo IBGE no ano passado, as informações sobre as crianças santistas tornam-se ainda mais alarmantes. Enquanto aqui o excesso de peso(que compreende pessoas com sobrepeso e com obesidade) atinge 42,5% das crianças de 5 a 17 anos, no Brasil esse problema atinge 33,4% dos meninos e meninas de 5 a 9 anos e 20,5% dos adolescentes ejovensde10a19anos. "Com base nos resultados, fizemos uma ação de orientação aos pais destes alunos por meio de um informativo sobre a importância de aliar a atividade física a uma alimentação mais equilibrada", disse o professor de Educação Física.


Reportagem: Jornal Atribuna 29/06/11.



Até mais.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...