terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Semente de CHIA...

Recém-chegada às lojas de produtos naturais e farmácias do Brasil, a semente de chia é a nova aposta para perder peso de maneira saudável.

Cultivada há 500 anos no México, até recentemente era pouco conhecida por aqui. A jornalista Glória Maria, por exemplo, conta que a descobriu no ano passado, em viagem ao Chile. Foi ao deserto do Atacama e voltou com um pote cheio do grão.

"Sou uma pesquisadora de tudo o que faz bem para a saúde e sempre que chego a um lugar tento ver o que há de novo. Lá estavam usando essa semente de chia, diziam que era boa para tudo. Para mim, era novidade", conta.

Na ocasião, não sabia que a semente tinha a fama de fazer emagrecer. "Se soubesse, teria trazido com mais alegria!" Ela consome uma colher diariamente, pela manhã, e está gostando.

Uma das propriedades da chia é absorver mais de 12 vezes seu peso em água. Quando chega ao estômago, incha e o deixa cheio, além de retardar o esvaziamento gástrico. Dessa forma, prolonga a sensação de saciedade.

Ficar satisfeito por mais tempo tende a fazer com que se coma menos, mas não há evidências científicas de que o alimento faça emagrecer --poucos estudos foram feitos até agora e nenhum constatou relação entre consumo de chia e redução no peso.

Prolongar a saciedade não é exclusividade da chia. "Qualquer alimento com fibras faz isso. Só que a quantidade de fibras na chia é muito grande", afirma a nutricionista funcional Daniela Jobst.

Sandra Guimarães, autora de um blog de culinária vegetal, come chia pela manhã e fica satisfeita até a hora do almoço. "Mas sinto a mesmíssima coisa quando como um prato de papa de aveia com banana. O segredo é comer algo rico em fibra e proteína, pouco importa se é aveia, linhaça ou chia", diz.

BENEFÍCIOS

A chia pode não ser a solução milagrosa para emagrecer, mas faz bem à saúde. "É a maior fonte de ômega 3 que existe hoje no mercado", afirma Tanise Amon, nutricionista do Instituto de Metabolismo e Nutrição.

O ômega 3 ajuda a controlar os fatores de risco para diversas doenças, pelo seu poder anti-inflamatório, explica a nutricionista funcional Paula Gandin.

A chia também é rica em antioxidantes, proteínas e minerais. A semente pode ser acrescentada a frutas e cereais ou usada como farinha no preparo de pães e bolos. Jobst recomenda o consumo de duas colheres de sopa cheias por dia. "Não é muito calórica. Uma colher tem em torno de 70 calorias", diz.

Ela ressalta que só a chia não faz a diferença. "Tem que fazer parte de uma dieta saudável. Não adianta você levar a vida que está levando, acrescentar chia e achar que vai fazer um milagre."

Até mais.

Fonte: Jornal Folha de São Paulo

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...